Creatina

Durante a contração muscular, o glicogênio é metabolizado à glicose e utilizado para fornecimento de ATP (energia). Existem dois metabolismos que podem ocorrer na contração da musculatura durante a atividade física: um deles é chamado de anaeróbico que resulta na formação de ácido lático e o outro metabolismo é o aeróbico que ocorre na presença de oxigênio e que deve ser favorecido para melhor desempenho do animal atleta.

A glicose é a forma de energia prontamente utilizável pelas células. A dextrose e a frutose são transformadas em glicose para fornecimento de energia para as células musculares. A creatina é um tripeptídeo, formado pela arginina, glicina e metionina, envolvido intrinsicamente com os níveis de utilização de energia celular. Quanto maiores os níveis de creatina, maior capacidade de estoque de energia a célula possui.

Composição básica do produto

Aroma de baunilha, creatina, maltodextrina, sucralose.

Níveis de garantia do produto

Creatina (mín.)

800 g/kg

Dextrose (mín.)

45 g/kg

Frutose (mín.)

30 g/kg

Glicose (mín.)

75 g/kg

Indicação de uso

Suplemento aminoácido indicado para equinos em alta atividade.

Modo de usar

• Fornecer para equinos em treinamento ou competições, por via oral,
polvilhado sobre a ração ou puro no cocho.
• Dose inicial: 120g por animal por dia durante 14 dias.
• Dose de manutenção: 40g por animal por dia.
• Embalagem contendo colher dosadora.

Apresentação

Sachê com 2kg.